269 979 012 | 915 418 597 hippos-aberta-nova@abertanova.com

A Equipa

Anna

Proprietária

A equitação, foi desde criança a minha paixão. Com 11 anos de idade, tive o meu primeiro pónei, um garanhão Galês (Welsh Mountain Poney) de 4 anos de idade. Com ele vivi experiências surpreendentes e descobri um amigo de 4 patas que me acompanhou e ajudou no meu percurso equestre. Foram vários os desafios pelos quais passei e superei em conjunto com o meu pequeno garanhão. Aos seus treze anos de idade, fiquei demasiado alta para o montar, sendo esta a principal razão por a qual foi vendido. Foi nesta altura que conheci a égua Maggie (pónei), a qual me acompanhou durante 25 maravilhosos anos. Durante este período fiz também a minha formação profissional de treino de cavalos, no HK Reitzentrum Waldhof em Zurique, Suíça (http://reitzentrum-koella.ch/). Nesta escola aprendi o desbaste e treino de jovens cavalos, treino em Cross-Country, e salto de obstáculos níveis CIC ** e Grand Prix. Quando iniciei a formação de professora de dressage, na modalidade dressage Grand Prix, foi me dada uma excelente oportunidade de perceber e sentir como um cavalo pode ser comandado através das mais pequenas variações de movimentos do corpo do cavaleiro.

Mais tarde, no momento de escolher a minha carreira profissional futura, embora dividida entre dois mundos, decidi seguir a área da ciência e investigação. Durante os meus estudos universitários, mantive a minha ligação à equitação, fazendo trabalhos de correção de cavalos, bem como o treino de jovens cavalos.

Após obter o meu grau académico, aceitei um emprego por um período de 1 ano como responsável de segurança e saúde ambiental, tendo sempre como objetivo obter o mestrado em química. O mestrado acabou por ser adiado durante 6 anos, não só pelos desafios fantásticos diários criados pelo meu emprego, mas também pela construção do meu estábulo, onde foram alojados 4 dos meus cavalos, bem como outros dois pertencentes a um amigo.

Mais uma vez tive a possibilidade de treinar cavalos diferentes. Apaixonei-me por Sandokhan um castrado de raça Árabe que, entretanto, adquiri. Encontrei também outro amigo no Rhodes, um cavalo da raça Trakehnian, um saltador de nível médio. Infelizmente este sofria de lombalgia equina pelo que teve de ser abatido com uma idade de 10 anos, 4 anos após estamos juntos.

Durante a minha estadia em Zurique, tive a excelente oportunidade de comprar o meu próprio estábulo com picadeiro, padock e espaço para acomodação de 8 cavalos, existindo ainda a uma distancia de 15 minutos a cavalo, duas pistas de provas de salto de obstáculos e cross-country. Quando decidi voltar aos meus estudos e obter o meu mestrado, reduzi o meu tempo disponível para a equitação e entreguei a gestão do estábulo a um amigo. Após terminar a tese de mestrado, o projeto onde estava a trabalhar era tão fascinante que decidi concorrer a uma bolsa de estudos para Doutoramento e continuar os meus estudos em investigação aplicada. Durante esta época, a equitação foi a principal ocupação dos meus tempos livres, período durante o qual descobri outro amigo de 4 patas especial – Coutdown. Neste momento este é o meu aluno em progresso e espero que ele e o Sandokan tenham muitas experiências agradáveis juntos no futuro próximo

Francisco

Colaborador 

Licenciado em Biologia, Mestre em Recursos Biológicos Aquáticos, faço parte da equipa da Aberta Nova desde Outubro de 2016, ano em que conclui o meu mestrado com um projecto de aquaponia desenvolvido na herdade. Na herde desenvolvem-se várias actividades, mantendo sempre uma preocupação de sustentabilidade e equilíbrio com o ambiente. Destas actividades surgiu a oportunidade de montar pela 1ª vez a cavalo. posso dizer que foi paixão à primeira vista. Passado algum tempo comecei a trabalhar no estábulo, e a paixão pelo o mundo equestre cresce todos os dias. Estando neste momento empenhado em adquirir mais conhecimento, bem como formação.

Nina

Colaboradora